NOTÍCIAS - A | + A

TIME DE GUERREIROS 04.03.2019 | 08h:00

No melhor jogo da temporada Tigre derrota CSA pela Copa do Brasil

Quem foi na Arena Pantanal na noite de quarta-feira viu o Mixto fazer seu melhor jogo do ano

Por: PNBONLINE

Gilmar Ramos / olhonoesportemt

Gilmar Ramos / olhonoesportemt

Quem foi na Arena Pantanal na noite desta quarta-feira (06) pôde ver o Mixto Esporte Clube fazer seu melhor jogo do ano até agora e derrotar o CSA, de Alagoas, com autoridade e mandando na partida, pelo placar de 1 a 0, mas poderia ter sido 3 ou 4. A partida foi válida pela primeira fase da Copa do Brasil com o time alagoano jogando pela vantagem do empate, pois de acordo com o regulamento da Copa do Brasil, por terem melhores posições no Ranking Nacional de Clubes, as equipes visitantes têm a vantagem de jogar pelo empate para avançar à 2ª fase.

 

O Alvinegro, porém, não tomou conhecimento dessa vantagem, tampouco de estar jogando com um time se "Série A", recheado de estrelas, e foi pra cima, pois sabia que só a vitória interessava. O início da partida começou igual, com as duas equipes se respeitando e arriscando uma ou outra jogada. Todavia, o que fez a diferença no jogo foi exatamente aquilo que o torcedor do Tigre não viu contra o jogo contra o União no último final de semana: "um time vibrante, concentrado e jogando como se estivesse disputando uma final de campeonato".

 

Visivelmente o Mixto estava melhor no jogo, fazendo as melhores jogadas de ataque, sempre em direção ao gol, e quando era atacado se defendia com respeito. Enquanto que o CSA parecia que tinha ido para o jogo com o "regulamento em baixo do braço", com objetivo de administrar a vantagem do empate para se classificar. 

 

No no final do primeiro tempo o atacante Wiliam Amendoim foi lançado e ficou só ele e o goleiro. O chamado gol imperdível caiu no colo do atacante, mas ele demorou para finalizar e o zagueiro conseguiu se recuperar, evitando um gol feito. 

 

Porém, no início do segundo tempo, em uma jogada dentro da área do CSA, uma bola sobrou novamente para Amendoim, que dessa vez colocou para o fundo da rede, abrindo o marcador: 1 a 0 para o Alvinegro. “Não sou acostumado a perder gols como aconteceu no primeiro tempo, graças a Deus e com a ajuda dos meus companheiros, pude me redimir ainda neste jogo e dar a vitória para o Mixto. Essa torcida que veio nos prestigiar estava merecendo", comemorou o atacante.

 

Depois de tomar o gol, o treinador do time de Alagoas fez várias substituições e mandou seu time para frente. Mas a zaga do Tigre estava muito bem, jogando com segurança e sabendo se defender. Em contrapartida o Mixto tinha os conta-ataques, sendo que em três oportunidades poderia ter matado o jogo, mas o segundo gol não saiu. Outro herói do jogo foi o goleiro Vinicius, que fez pelo menos 4 belas defesas, uma delas já nos acrescimentos, de uma cobrança de falta, que ele foi buscar no ângulo.

 

O técnico do CSA, Marcelo Ribeiro, lamentou o desempenho da sua equipe. “Estivemos muito abaixo do que estamos acostumados a jogar e do que havíamos treinado. Fomos muito mal no primeiro tempo e tentei corrigir isso no intervalo, mas infelizmente eles marcaram o gol logo no início e daí tivemos que mudar todo o nosso esquema”.

 

Questionado se subestimou o Mixto, Marcelo Ribeiro foi categórico. “De forma alguma pensamos que chegaríamos aqui e ganharíamos fácil, tanto que tinha gente nossa aqui em Cuiabá acompanhando os últimos jogos e nos passando informações sobre o elenco do Mixto. Sabíamos que iríamos enfrentar um time experiente e bem treinado. Mérito do Mixto, agora é pensar no resto da temporada,  pois ano só está começando”.

 

Já o técnico do Tigre, Toninho Pesso, que foi expulso no final da partida por reclamar de uma falta que não existiu, comemorou muito a vitória e falou da entrega de todos os jogadores. “Quem viu este jogo de hoje pôde perceber que temos uma equipe forte e de guerreiros, que estava concentrada e jogou muito hoje, o mérito é todo deles. Ainda vai dar muitas alegrias a essa torcida neste ano. Fizemos um bom jogo, soubemos atacar e nos defender no momento certo, todos estão de parabéns”. 

 

FICHA TÉCNICA 

 

Mixto E.C.

Treinador: Toninho Pesso 

Jogadores: 1 – Vinícius/ 33 – Arilton/ 3 – Marlon/ 4 – Mateus/ 20 – Coutinho/ 38 – Rodrigo Biro/ 8 – Arthur/ 11 – Willian Amendoim/ 9 – Yan/ 10 – Dinelson/ 22 – Jhon Marques. //Reservas: 95 – Rocha/ 14 – Caio Felipe/ 88 – Roberto/ 2 – Danilo/ 97 – Alan Jr. /99 – Leandro/ 13 – Renan/ 07 – Yago/ 48 – Marco Lapa/ 94 – Mateus Aguiar/ 77 Valtinho. 

 

CSA

Treinador: Marcelo Ribeiro

Jogadores 

1 - João Carlos/ 2- Celsinho/ 13 - Gerson / 4 - Luciano Castan / 6 - Pedro Rosa/ 5 - Amaral/ 8 Dawhan/ 10 - Matheus Sávio/ 19 - Didira/ 11- Regis/ 99 - Patrick Fabiano// Reservas: 31 - Fabrício // 2- Joazi / 7- Hiago // 9 - Lohan / 15 - Roni Fernandes / 16 - Rafinha / 18 Jhon Cley / 20 - Victor Paraíba/ 21 - Ramon 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS